Quantcast
Publicado Em: 20 janeiro, 2014

Abertas as inscrições do PRONATEC 2014

abertas-as-inscricoes-do-programa-nacional-de-acesso-ao-ensino-tecnico-e-emprego

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) já tem data definida para começar as inscrições para os cursos técnicos concomitantes ao ensino médio. A partir do desta segunda-feira (20), alunos matriculados no ensino médio regular em escolas públicas mineiras que se interessam em fazer um dos cursos do Programa devem se inscrever para concorrer a uma vaga. São oferecidas 19.896 vagas em 71 cursos distribuídos em 156 municípios. O site para as inscrições, que ficam abertas até o dia 18 de fevereiro, é o http://pronatecminas.com.br

A seleção dos alunos será através de um sorteio realizado pelo próprio sistema em que são feitas as inscrições. O resultado será divulgado no dia 20 de fevereiro e as datas das matrículas serão definidas pelas instituições que oferecem os cursos. Os cursos que têm mais vagas oferecidas são Técnico em Informática (4.029 vagas), Técnico em Mecânica (2.211 vagas) e Técnico em Logística (2.199 vagas). Cursos menos comuns, como Técnico em Manutenção de Aeronaves em Grupo Motopropulsor, Técnico em Fabricação de Instrumentos Musicais e Técnico em Necropsia também são oferecidos pelo Pronatec. Existem oportunidades em diferentes turnos. No turno da manhã são ofertadas 15% das vagas. No turno da tarde são 33,6% e no noturno 51,5%.

Os cursos técnicos do Pronatec concomitantes ao ensino médio, em Minas, são gerenciados pela Secretaria de Estado de Educação (SEE). A rede de ofertantes, instituições parceiras que oferecem os cursos, é formada pela Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (Utramig), instituições do Sistema S (Senai, Senac, Senar e Senat), colégios vinculados a universidade federais e institutos federais de educação.

Pronatec nas Escolas

 

pronatec_0

Além dos cursos oferecidos pelas instituições parceiras, a própria Secretaria atua como ofertante do Pronatec em Minas Gerais. A SEE oferece aos alunos da rede estadual cursos técnicos concomitantes ao ensino médio nas próprias escolas com recursos do programa. As inscrições e o processo seletivo nessas escolas têm calendário próprio, que são decididos pelas próprias instituições. Em 2013, do total de matrículas em Minas, 14.793 foram em 366 escolas estaduais de 255 municípios, o que coloca a rede estadual mineira em primeiro lugar no País nessa modalidade.

Em 2013, Minas foi o Estado com mais alunos matriculados no Pronatec. 150.129 pessoas foram inseridas em cursos de educação profissional no Estado através do programa. Além das matriculas em cursos técnicos, sejam oferecidos pela rede de ofertantes ou em escolas estaduais, o Programa oferece também vagas em cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), que tem menor duração, de 160 a 600 horas/aula. O FIC oferece cursos como cabeleireiro, depiladora, agente cultural e desenhista de joias e bijuterias e beneficiou 114.532 pessoas em 2013. O Pronatec é um programa do Governo Federal criado em 2011 com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Conheça outras modalidades de cursos do programa em seu site.

FIC nas escolas

No próximo ano, o Pronatec na escola pode ter novidades. Está sendo estudada a possibilidade de os cursos FIC, que dão uma base para a entrada no mercado de trabalho, também serem oferecidos em escolas da rede estadual. Atualmente, as aulas do FIC são ofertadas no Sistema S e institutos federais.

“O FIC dá a possibilidade de a pessoa ter a formação inicial em uma profissão. Estamos estudando os catálogos dos cursos e está no nosso planejamento para 2014 oferecermos essa modalidade para os estudantes do 8º e do 9º anos do ensino fundamental, também concomitante. São cursos menores de 120 ou 160 horas, então, quando uma turma termina o curso, outra pode começar, o que dá a possibilidade de atender, em um ano, todos os alunos interessados”, ressalta a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Raquel Elizabete de Souza Santos.

Investimento na educação profissional

O Pronatec chegou a Minas e encontrou uma estrutura pronta para funcionar. E o sucesso do programa do Governo Federal no Estado deve-se também à experiência anterior da Secretaria de Estado de Educação na educação profissional. “Em 2007, criamos o Programa de Educação Profissional (PEP), em que o Estado adquire vagas em instituições particulares para os alunos da rede pública. Depois aderimos ao Pronatec com a proposta de ampliar cursos profissionais para os nossos alunos. Como não é em todos os municípios que conseguimos uma instituição para fazer a oferta via PEP, aderimos ao programa nesse sentido de oferecer os cursos nas escolas estaduais. Então, de acordo com a demanda da região, colocamos os cursos para atender aos alunos”, afirma a subsecretária.

O PEP foi criado para promover a educação profissional e a formação técnica em nível médio, atendendo às demandas regionais e municipais, identificando e diagnosticando tendências do mercado de trabalho e necessidades de mão de obra e contribuindo para o desenvolvimento econômico do Estado. Apenas em 2013, foram oferecidas 30 mil vagas em 51 cursos ofertados em 81 municípios de Minas Gerais e R$ 144 milhões foram investidos.

No ano passado, os processos seletivos dos dois programas foram em conjunto. Em 2014, as vagas do PEP serão estratégicas, segundo Raquel. “O Pronatec cresceu muito em Minas, então nós vamos usar o PEP para cursos estratégicos. Primeiro vamos organizar o Pronatec para depois verificarmos as regiões que não estão sendo atendidas, o desenvolvimento econômico, a chegada das indústrias e vamos utilizar o PEP para atender a essas demandas”.

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar códigos html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>